Tag Archives: Literatura Brasileira

  • Desmundo, Ana Miranda

    Além da conversa das mulheres, são os sonhos que seguram o mundo na sua órbita. — José Saramago, Memorial do convento Vossas mercês, leitores do Prosa, precisam ler Desmundo. Urgentemente. Capaz de mergulhar o leitor numa atmosfera de brutalidade e lirismo, esta narrativa rouba seu fôlego em meio à densa vida selvagem de uma colônia ainda pouco desbravada …

    More  →
  • 10 ficções recentes sobre a ditadura brasileira

    As coisas têm um rosto distinto quando vivemos o pós-elas. Quando nascemos tantos anos depois. Quando precisamos que nos informem, que nos expliquem, que nos digam que era óbvio o óbvio que pulou para dentro dos arquivos. As verdades feias foram ao banheiro e retocaram a maquiagem. (Adriana Lisboa, Azul corvo) Esta é uma lista [...] More  →
  • Quarenta dias, Maria Valéria Rezende

    Quarenta Dias, romance de Maria Valéria Rezende vencedor do Prêmio Jabuti de 2015, é um livro-diário da narradora aposentada Alice,  diante do qual me portei como me portava diante dos meus próprios diários. Eles, como o livro, estavam ora nas mãos, ora na mesa do café, nas bolsas, no criado-mudo, sobre o travesseiro, em qualquer …

    More  →
  • A estrela sobe, Marques Rebelo

    Essa história de gostar de alguém, Já é mania que as pessoas tem… (Ta-hí, Joubert de Carvalho) [No Ar: Aqui e acolá, links para ouvir durante a resenha] A estrela sobe é uma daquelas obras pouco conhecidas, pouco comentadas, pouco lidas e estudadas, muito-poucamente pouco celebradas. É, não obstante, uma das melhores surpresas da prosa brasileira da …

    More  →
  • Olhos d’água, Conceição Evaristo

    Buscar, nas representações da cidade, aquilo que não se quer ali—aqueles que habitam seus desvios, que ameaçam seus muros, os que foram jogados, desde sempre, para o lado de fora. (DALCASTAGNÈ, Regina)[1]   Aprendi a repensar minha trajetória como leitora ao longo dos anos estudando literatura e falando sobre literatura com outras pessoas apaixonadas como …

    More  →
  • Um útero é do tamanho de um punho, Angélica Freitas

    “Um poeta deve entrar no pleno domínio unipessoal de sua linguagem, assumir igual responsabilidade por todos os seus elementos, subordiná-los a intenções próprias e somente suas, cada palavra deve exprimir direta e indiretamente a intenção do poema: não deve haver nenhuma distância entre o poeta e sua palavra” (BAKHTIN, 2015, p. 73)[1] “A linguagem do …

    More  →
  • Mamma, son tanto felice (Inferno Provisório, vol.1), Luiz Ruffato

    (Nunca contei pra ninguém isso, minha filha, mas o dono do açougue tinha tanta pena da nossa família que dava os restos de ossos pra gente fazer sopa) Luiz Ruffato já disse em entrevista que os títulos de seus livros são chaves de leitura para suas obras. A do seu aclamado Eles eram muitos cavalos …

    More  →
  • K. Relato de uma busca, B. Kucinski

    Para Bernardo Kucinski, em entrevista concedida a um dos programas da série Super Libris [1],  o trauma histórico da ditadura militar no Brasil (1964 – 1985) foi individualizado ao invés de ter sido encarado como uma ferida coletiva, o que fez com que não apenas as tragédias, mas também as culpas, ganhassem uma dimensão muito …

    More  →